terça-feira, 25 de dezembro de 2012

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012


Para cada homem que só valoriza uma boa bunda, existe uma mulher que só se importa com o carro dele.! Para cada homem que é pego traindo, existe uma mulher que também trai sem que ninguém sequer fique sabendo. Para cada homem que só quer azaração, existe uma mulher que trocaria tudo por um homem com o tanquinho bem definido.! Para cada homem que usa camiseta regata no frio só pra mostrar músculos, existe uma mulher que usa mini-saia só pra mostrar as pernas. Para cada homem que mente, existe uma mulher que mente muito melhor do que ele. Para cada homem machista que diz acreditar que mulher nasceu para lavar e passar, existe uma mulher com mente fechada que diz acreditar que nenhum homem nesse mundo presta.! Para cada homem que deveria morrer com um tiro no peito, existe uma mulher que deveria morrer fuzilada. E sabe o porque de tudo isso? Porque o mundo está fudido, de cabeça para baixo! Até o que é considerado certo, muitas vezes é algo errado.! Você acha que está faltando homens de verdade!? Eu te digo que isso é fato. Mas também faltam mulheres de verdade.! -  O fato é que nos dias de hoje, estão sobrando pessoas de mentira.! ' Mas o que me consola, é que as poucas pessoas de verdade que restaram ainda são capazes de amar e de fazer esse planeta valer a pena.
♦  Antes as coisas por aqui não estavam muito bem. Os dias, em sua maioria, eram vazios e tudo o que acontecia em volta parecia ser normal por conta da situação que não convinha. Sim, não foi uma boa fase, mas depois tudo pareceu entrar nos eixos, apenas por um breve momento.!Então resolvi fechar os olhos, deixar o vento levar embora tudo o que não fazia tão bem. Além dos dias escuros houveram também outras situações não muito agradáveis, acusações desnecessárias e devaneios sem sentido.! Para piorar eu deixei que me escapasse algumas coisas que me mantinham firme, talvez pelo costume de estar sempre só e não precisar dar explicações a quem não precisava ouvir minhas verdades. Sabe aquela frase "o costume é o que mata"? Pois é, acho que foi isso. Só que teve uma hora em que parei e resolvi rever os fatos. Apaguei alguns flashes que insistiam em piscar informando que ainda queriam me incomodar. Curei algumas feridas que não se deixavam cicatrizar. E disse a mim mesma que essas coisas não combinavam com o castanho dos meus olhos e nem com minhas unhas vermelhas em dias ensolarados.!Foi quando eu encontrei outros olhos castanhos, meio parecidos com os meus, porém lindos. Eles me ajudaram a enxergar aquilo que estava bem na minha frente. Em meio a isso tudo eu só precisava deixar que as coisas acontecessem por si só. Não era minha obrigação tentar consertar erros e pensamentos alheios, nada daquilo era minha culpa.! Esses olhos me iluminaram, me fizeram/fazem bem, me tiraram um peso. Ajudaram-me a seguir um caminho oposto àquele em que eu estava trilhando, pois antes eu queria e me achava melhor só, agora eu necessito estar junto.Faz pouco tempo, eu sei, mas não parece e nem quero que seja algo passageiro. Então, deixe-me te olhar quando a paisagem ao redor perder a graça. Faça-me suas perguntas sem medos e sem pedir permissão enquanto eu foco seus olhos curiosos. Sorria-me quando te faltarem as palavras.!

domingo, 9 de dezembro de 2012

# Desdenham, falam aos 4 ventos, reclamam pelos cotovelos o jeito que a gente ama, mas não sabem eles que é o melhor carinho, o melhor beijo, o melhor abraço. Do nosso amor, a gente é quem sabe.! 

 Ana Paula Araújo

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012


# Diz que era um sonho ruim, que tudo não passou de um pesadelo.! 
Confessa que ainda me ama, vem cá, me acorda com um beijo e um abraço apertado.!


Ana Paula Araújo

- Um amor nunca vem de graça.! Não é que nem em filme que o destino se encarrega de fazer todo o serviço e os protagonistas sofrem um pouquinho e depois fica tudo bem. Na vida mesmo, aquela que a gente leva porrada e no fim não fica nada bem é um abismo de diferença. Aquelas cenas de olhares que ficam em câmera lenta só acontece nos filmes de romance clichê, porque na vida real tu vira a cara. Experimente olhar nos olhos de quem você ama por um minuto enquanto ele te olha também, só experimenta. Você vai virar o rosto e desviar o olhar com medo que ele veja tudo oque você sente. O amor mesmo, aquele que te deixa até tonta vai vir, mas não de graça, a vida não vai embrulhar como presente e te estregar na sua porta, mas isso você já sabe. Oque eu quero dizer é que antes do absurdo do amor acontecer vai ter noites mal dormidas e você se perguntando ”porque ele quer qualquer vadia e não a mim?”. É, acontece. ' Vai ter você deitada com a cabeça no travesseiro chorando toda a cota de lagrimas possível e ainda se sentir cheia de mais para parar de chorar. Vai ter você querendo fazer dietas ou querendo ganhar massa só para se sentir melhor e talvez ter alguma chance. Vai ter tudo isso. Vai ter você se olhando no espelho e se achando horrível e pensando que ele merece alguém muito melhor e mais bonita que você. Vai ter crise de ciumes e você vai lembrar que ele nem é seu pra sentir isso, mas ainda vai continuar achando que aquele menina da bunda dura não tem que ficar perto dele. E ainda vai ter aqueles momentos de amo-odeio. Você sabe do que eu tô falando.! Amar tanto que chegar até sentir uma raiva, mas não dele e sim do que ele te faz sentir. E você não vai saber se foge ou fica perto, se arrisca ou tenta esquecer. ~ Tudo é mais confuso quando se está vivendo um clichê.!

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012


# Errar é humano, permanecer no erro é burrice. Eu confesso, fui burra por 3 vezes, mas tentei concertar tudo o que fiz, e quanto mais eu concertava, mais as coisas pioravam, então vc se foi.! Lhe juro, todos meu erros foi querendo acertar, e agora?! Agora você não confia mais em mim, não acredita nas coisas que eu te digo.! Que trágico..poque é tudo tão verdadeiro.! Mas quem ama não desiste, suporta com fé, força e paciência. Porém tem dores de coração que não precisam ser sentidas, me desculpe por todas as dores que eu fiz você passar. Doeu tanto em você quanto em mim. Guardo com carinho todos os momentos bons e ruins que passei ao seu lado, com eles aprendi e amadureci.! Me pergunto: temos que sofrer para aprender? Não podemos valorizar o simples e o comum sem dor? Complicado achar uma resposta. Mas percebi que não precisa errar varias vezes pra entender que você não está fazendo a coisa certa.! Agora eu aprendi, pena que foi tarde demais.!

Ana Paula Araújo

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Para se roubar um coração, é preciso que seja com muita habilidade, tem que ser vagarosamente, disfarçadamente, não se chega com ímpeto, não se alcança o coração de alguém com pressa.! Tem que se aproximar com meias palavras, suavemente, apoderar-se dele aos poucos, com cuidado. Não se pode deixar que percebam que ele será roubado, na verdade, teremos que furtá-lo, docemente. Conquistar um coração de verdade dá trabalho, requer paciência, é como se fosse tecer uma colcha de retalhos, aplicar uma renda em um vestido, tratar de um jardim, cuidar de uma criança. É necessário que seja com destreza, com vontade, com encanto, carinho e sinceridade.! Para se conquistar um coração definitivamente tem que ter garra e esperteza, mas não falo dessa esperteza que todos conhecem, falo da esperteza de sentimentos, daquela que existe guardada na alma em todos os momentos. Quando se deseja realmente conquistar um coração, é preciso que antes já tenhamos conseguido conquistar o nosso, é preciso que ele já tenha sido explorado nos mínimos detalhes, que já se tenha conseguido conhecer cada cantinho, entender cada espaço preenchido e aceitar cada espaço vago.. e então, quando finalmente esse coração for conquistado, quando tivermos nos apoderado dele, vai existir uma parte de alguém que seguirá conosco. Uma metade de alguém que será guiada por nós e o nosso coração passará a bater por conta desse outro coração. Eles sofrerão altos e baixos sim, mas com certeza haverá instantes, milhares de instantes de alegria. Baterá descompassado muitas vezes e sabe por que? Faltará a metade dele que ainda não está junto de nós. Até que um dia, cansado de estar dividido ao meio, esse coração chamará a sua outra parte e alguém por vontade própria, sem que precisemos roubá-la ou furtá-la nos entregará a metade que faltava.. e é assim que se rouba um coração, fácil não? Pois é, nós só precisaremos roubar uma metade, a outra virá na nossa mão e ficará detectado um roubo então! E é só por isso que encontramos tantas pessoas pela vida a fora que dizem que nunca mais conseguiram amar alguém.. é simples.. é porque elas não possuem mais coração, eles foram roubados, arrancados do seu peito, e somente com um grande amor ela terá um novo coração, afinal de contas, corações são para serem divididos, e com certeza esse grande amor repartirá o dele com você.  

Luís Fernando Veríssimo

' Você não sente o mesmo que eu. Olha que idiota. Fui perceber só agora, só depois que eu pensei que o sentimento era mútuo. Só depois que eu passei a gostar daquele ilusãozinha gostosa de sentir. Lá no fundo mesmo a gente gosta de uma boa ilusão. A coisa só ficou feia quando a casa caiu na minha cabeça. Obviamente, é só eu que fico de pernas bambas. É só eu que perco o sono e as vezes quando durmo sonho com você.! É uma merda isso. Eu achei que a coisa estava acontecendo, que iria ser dessa vez. Agora é a hora que começa aquele discurso chato e decorado ”você vai encontrar alguém” ou talvez ”quando não é para acontecer, não acontece.” Me encho o saco, porque no fundo a gente até acredita. Mas você está certo, em qualquer esquina vai ter alguém melhor que eu. Não é ironia, sarcasmos e nem estou me colocando pra baixo. Talvez eu tenha exagerado na parte da esquina. Mas sei lá, numa balada você vai encontrar alguém, e olha, não estou desmoralizando quem vai pra balada, é só que as mulheres de baladas são tudo o que eu não sou. E são tudo o que você quer. O problema é que você tem uma vida e eu? Sei lá. Você não tem o mesmo olhar pras coisas como eu, talvez seja por isso que sempre dá choque. Se brincar, sai até faísca. Nessa brincadeira vou acabar o caco, porque é assim que tudo acaba. Eu poderia ser sua, sério, mas eu teria que mudar. Você nunca iria gostar de mim assim, nunca mesmo. É por isso que eu prefiro arranjar qualquer desculpa para ficar longe. Antes eu ir embora do que ver você fazendo isso. Em mim doeria e em você não. Se eu disser que não quero ver sua cara nunca mais você vai acreditar, afinal, tanto faz. Qualquer desculpa faria você dar meia volta e sumir. Agora, se você falasse isso tudo pra mim, eu ficaria oca por dentro. # É isso, eu prefiro ir, mas quero ficar.

domingo, 2 de dezembro de 2012

- Toda semana uma mulher vinha gritar meu vizinho no portão, freneticamente e tirando a todos do sério. Ninguém aguentava mais ouvir a voz dela, bastava o primeiro grito e todos já sabiam que não seria possível ter paz por pelo menos trinta minutos. Ela ficava ali, se esgoelando, não sabia a hora de parar e o vizinho, poucas vezes e nunca sem demora, atendia a moça. E eu pensava "Que mulher imbecil, ou ele não tá em casa ou não quer atender, que inferno. Surdo ele não é." Simples pra mim, pro meu vizinho que não atende, mas não pra moça que gritava. Esses dias, reparei que ela anda sumida, desistiu, eu acho. Uma hora todo mundo entende, todo mundo cansa, todo mundo mesmo. E quantas moças fazem isso por aí, todos os dias, ainda que sem grito e sem portão? Pular a janela, sem ser bem vinda? A verdade é que o outro tem que estar disposto a receber e eu não tô me referindo só à visita. Não adianta empurrar tudo que você tem pra dar, goela a baixo, se ele vomita quando você vai embora. Não adianta se convencer de que o outro não tá te ouvindo, se ninguém num raio de mil quilômetros, suporta mais seus escândalos. Nem você. E desistir não é uma opção, é a única. Ela foi lá á toa, é chato, eu sei. E tem que ir embora sem nem tomar um copo d'água. Mas é o melhor a ser feito e, no fundo, ela sabe também. Sabe que, afinal, é bem melhor perder a viagem do que a voz.!

Um dia te olhei nos olhos e disse “Te amo”. Sonhei e acreditei com uma vida ao seu lado. Imaginava nossas vidas sendo apenas uma. Planos… Eu tinha muitos deles, e todos ao seu lado. A esperança era com você. Mas eu abri os olhos, acordei deste sonho. Como dizem por aí: “caí na real”. Você não era o conto de fadas, e muito menos era a tal pessoa amada que esperei minha vida inteira para conhecer. Eu tinha sonhado demais, tinha tido esperança demais, estava ocupado demais fazendo planos, e não parei realmente para ver quem estava ao meu lado. Ou será que eu sabia de tudo isso o tempo todo, mas não queria ver? Como uma criança que brinca de esconde-esconde no escuro do quarto, querendo se esconder do que pode estar esperando por ela. Assim permaneci; com as mãos nos olhos, querendo impedir os meus olhos de verem a realidade. O engraçado é que meu coração nunca esteve cego, muito menos calado. Mas de certa forma, quem saiu machucado nesta história foi apenas uma pessoa: Eu! E você? Não sei dizer Você sabe o que é dor, amor ou paixão? Melhor; você tem um coração que pulsa dentro de você? Porque eu tenho. E ele pulsou durante muito tempo por você. Pulsou dizendo teu nome. Pulsou dizendo te amar. E hoje ainda pulsa por você. Mas na esperança de te esquecer.!