quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

- Desabafo de Charlie Brown *_*


video 

' Sabe de uma coisa, ontem eu estava quase feliz,  por um breve momento eu achei que estava mesmo no jogo da vida, mas apareceu uma pedra no caminho ;/ ...mas porque sera que é sempre assim quando agente pensa que está tudo perfeito a vida da um golpe na gente (...) è melhor ter amado e perdido do que nunca ter amado na vida.!
"Na vida todos temos um segredo inconfessável, um arrependimento irreversível, um sonho inalcançável e um amor inesquecível.!"
Diego Marchi

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011


# Você foi...o maior dos meus casos, de todos os abraços o que eu nunca esqueci.! Você foi...dos amores que eu tive, o mais complicado e o mais simples pra mim.! Você foi...o melhor dos meus erros, a mais estranha história que alguém já escreveu. E é por essas e outras que a minha saudade faz lembrar de tudo outra vez.! Você foi... a mentira sincera, brincadeira mais séria que me aconteceu.! Você foi...o caso mais antigo e o amor mais amigo que me apareceu.! Das lembranças que eu trago na vida, você é a saudade que eu gosto de ter.! Só assim, sinto você bem perto de mim outra vez.! Me esqueci, de tentar te esquecer.! Resolvi..te querer, por querer.! Decidi te lembrar quantas vezes eu tenha vontade sem nada perder.! Ah! Você foi, toda a felicidade, você foi a maldade que só me fez bem.! Você foi...o melhor dos meus planos e o maior dos enganos que eu pude fazer.! Das lembranças, que eu trago na vida você é a saudade que eu gosto de ter.! Só assim, sinto você bem perto de mim outra vez.!

Roberto Carlos

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

 
"O amor é procurar cabelos para completar as mãos, é procurar o que não se viveu para contar.! É esperar o sol aquecer o lado ileso da cama. É não apagar direito a ausência, a letra, o cheiro. É insistir com respostas sem as perguntas. Adiar o amor ainda é cumpri-lo. Fingir que não se sente é exercê-lo. O amor devora os sobreviventes. Não lembra do pente, da navalha, da tesoura de unhas, do jornal, do abajur. O amor não lembra do que precisa.! Amor é não precisar de nada. É precisar do que acontece depois do nada, ainda que não aconteça. O amor confunde para se chegar ao mistério.! Embaralha para não se ouvir.! Perde-se no próprio amor a capacidade de amar. Amor é comer a fruta do chão. O chão da fruta. O amor queima os papéis, os compromissos, os telefones onde havia nomes.! O amor não se demora em versos, se demora no assobio do que poderia ser um verso.! O amor é uma amizade que não foi compreendida, uma lealdade que foi quebrada.! O amor é um desencontro por dentro.!"

Fabrício Carpinejar
# É 2011 você esta indo embora e deixando muito aprendizado .!
 
 

domingo, 25 de dezembro de 2011

# Fui uma menina que acreditou em muitas coisas. Papai Noel, Homem do Saco, Coelhinho da Páscoa e outros tantos personagens. Mas eu gostava mesmo eram de histórias com finais felizes.! Não tem jeito: a gente quer que a vida tenha um pouco mais de cor.! É natural que depois de um certo tempo as dúvidas comecem a aparecer. Será que o tal príncipe existe? Será que o final vai ser mesmo feliz? O que será, que será? Por favor, não me condene: a gente precisa estar com o coração preenchido para ser feliz.! Agora você olha no fundo dos meus olhos castanhos e pergunta se eu acho que uma mulher precisa de um homem para ser feliz.! Te respondo que uma mulher precisa de amor para ser inteira.! Amor pelo que faz. Amor pelo espelho. Amor pela família. Amor pelos amigos. Amor pelo bichinho de estimação.! Amor pelo outro. Amor de volta.! Porque dar amor é bom. Mas receber amor também é melhor ainda.! Quem não gosta? Desculpa, mas meu coração não entende muito bem a solidão. Gosto de abraço de urso, beijo estalado, carinho no cabelo e sorriso bem largo, espaçoso, verdadeiro.! Uma mulher não precisa necessariamente de um homem para ser feliz. Mas ela precisa de amor para ser completa.! Tem gente que vive bem cercado de bichos. Tem gente que vive bem cercado de livros. Tem gente que vive bem cercado de sapatos. Eu vivo bem cercada de amor. Antes, bem antes, eu vivia bem com minha família, meus amigos, minhas palavras, minha labrador preta, minha parede rosa. E faltava alguma coisa. Faltava alguém para dormir abraçadinho. Faltava um colo para sossegar a alma. Faltava alguém pra rir um riso intenso. Faltava alguém que completasse o que eu vou falar. Faltava alguém que soubesse que detesto pimentão. Faltava alguém que deixasse sempre um restinho de café na xícara. Faltava alguém pra aumentar o ar-condicionado quando eu reclamasse que tava muito frio.! Faltava alguém pra me dizer boa-noite-meu-amor. Sou romântica. E vou morrer assim.! Hoje sou muito mais eu. Hoje descobri que sou muito mais feliz agora. Não que não fosse antes. Mas antes eu nem sabia o que era um sentimento de verdade.! Não aguento mulher que só fala em dieta, celebridade, roupa, dinheiro e mal de homem. O mundo é maior que um closet cheio de sapatos. Maior que a Dieta dos Pontos. Maior que o milhão de reais que a Joana Machado ganhou. Maior. Gosto das coisas de dentro. O que está por fora muda a cada estação. A essência, não. Muita gente não tem paciência de tentar. Fogem no primeiro problema. Desistem no primeiro empecilho. Esquecem da essência.! Se alguma coisa não deu certo pra você, não jogue a culpa no amor.! Ele não tem nada a ver com isso. As coisas dão certo até onde têm que dar. Se parou de funcionar, se o amor morreu sufocado ou afogado, se não tem mais jeito, o negócio é viver o luto, curtir a fossa e cuidar da vida. Fazer aula de italiano, ler vários livros, assistir filmes, jogar charme para o vizinho do andar de cima. Sem ofender o amor e os apaixonados.! Porque um dia você vai amar de novo. E, desculpa o meu lado bobo, mas um dia você vai amar de novo o amor da sua vida. Envelhecer junto. Andar de bengala na praça em um domingo ensolarado e dizer um-dia-eu-ri-da-cara-do-amor.!


Clarissa Corrêa

~ Acho que esse é um excelente momento para dar adeus.! Tchau para quem não acrescenta nada na nossa vida. Tchau para aquele cara que diz que vai ligar e nunca liga. Tchau para aquela colega de trabalho invejosa. Tchau para aquela amiga que quando você precisa nunca pode emprestar o ombro. Tchau para aquela tia chata que vive apertando suas bochechas e dizendo o quanto você está gorda.! Tchau para aqueles sentimentos mesquinhos. Tchau para a preguiça.! Tchau para a invejinha. Tchau para a gula.! Tchau para a cobiça. Tchau para a avareza. Tchau para a ira. Tchau para a soberba. Tchau para os sete pecados capitais.!

Gosto mesmo é do ano-novo. Sempre acho que uma vida nova começa, que os ares se renovam, acredito em toda aquela positividade que um ano que está nascendo traz.!  Posso confessar? Faço listinhas mentais, sim. Pulo as sete ondas, como lentilha, faço pedido, olho para o céu, para aquela estrela mais brilhante e peço: que o próximo ano seja melhor e melhor e melhor para mim e para todos que amo.! Sou cafona mesmo. E com muito orgulho.! 

O mundo não vai acabar em 2012. Ele acaba um pouco todo dia. Por isso, a gente tem que fazer tudo que tem vontade. Coisas pequenas e grandes.! Simples e complexas.! Uma viagem, um pedido de desculpa, se perdoar, parar de se culpar e procurar pelo em ovo!. # O negócio é viver. Da melhor forma possível e com o pé direito. Dizem que dá sorte.!

Clarissa Corrêa

terça-feira, 20 de dezembro de 2011


~ Chega de promessas que jamais vão se cumprir. Chega de não fazer força para esquecer. Chega de lembrar do que faz doer.! Chega de se culpar. Chega de acumular sofrimentos. Chega de não conseguir se perdoar.! Chega de procurar sarna para se coçar. Chega de gostar de quem não dá a mínima para você.! Chega de se esconder da vida. Chega de falsas amizades.! Chega de gente efusiva. Chega de quem pensa que você é obrigado a ouvir.! Chega de se boicotoar. Chega de não pegar a força de vontade pela mão. Chega de deixar a vida passar por você. CHEGA.!


É tempo de mudanças internas e externas.! A hora de faxinar meu coração é agora.! Jogar toda essa tralha fora, tirar o pó que dia a dia vai crescendo, arrumar a casa aí dentro, organizar minha vida emocional.! Pode parecer clichê e uma bobagem sem tamanho, mas é só quando você se organiza por dentro que as coisas começam a andar de vez.! Sua vida anda empacada feito mula? Mude.! Troque os móveis de lugar, arrume as gavetas, dê um up no visual, faça um caminho novo, troque a música do seu celular.!

Dando um basta em gente mesquinha, fofoqueira, que não tem nada de bom pra dizer e infeliz.! Me livrando dos problemas, pois o que está na nossa mão a gente pode mudar, mas precisamos ter consciência de que nem tudo está ao nosso alcance.! Vou estabeler  metas que eu possa alcançar, pois se a gente fica querendo o impossível a frustração cedo ou tarde bate na porta.! Decidirei o que  não quer mais na minha vida. Esse é um bom jeito de abrir espaço para tudo aquilo que  sonho.! Ou tudo que  nem sei se desejo.!
Clarissa Corrêa

' Ela tá muito diferente, todo mundo percebe.! Ela anda fria, grossa, mal humorada.! Mas o que ninguém sabe é o motivo que a fez assim, ninguém sabe o quanto ela sofre por amar, ninguém sabe o quanto ela ainda tenta ser forte.! Ninguém entende que o motivo do sorriso dela se foi, e no lugar de sorrisos, ela começou a derramar lágrimas.! Ela ainda acredita em dois velhos ditados: “ Tudo que vai , volta ” e “ A esperança é a ultima que morre “. Agora é isso, ela tem que viver de lembranças, saudades e de desejos.! # Triste fim

.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

# Eu ando mais cansada do que o normal, menos vaidosa do que ultimamente,
mais manhosa do que nunca,e muito, muito pensativa.! 
Ando comendo mais, chorando sem motivos, dormindo menos... 
E sinceramente nem eu mesma sei o que está acontecendo.
Apenas sinto que não está tudo bem.!


~ Só que aí eu acabei mudando.! E foi mudança aos poucos, porque até hoje me dou conta de coisas minhas que já não estão mais lá e, quem roubou, eu jamais vou saber.! O sorriso mudou e a vontade de sorrir pra qualquer pessoa também, graças a Deus. Foi por sorrir tanto de graça que eu paguei tão caro por todas as coisas que me aconteceram.! -  Às vezes me pego olhando ao meu redor e vendo tanta menina parecida comigo.! Tanto sentimento gritando de bocas caladas e escorrendo de peles secas. Tanta coisa acontece com a gente.! Tanta gente passa pela gente, mas tão pouca gente realmente fica.! E eu sei que, talvez, eu tivesse que ficar triste. Talvez eu tivesse que continuar secando lágrimas, abraçando o vento e rindo no vácuo, mas o fato é que eu não consigo.! Eu não consigo mais ser triste só para mostrar que um dia eu fui - ou achei que tivesse sido - feliz.!Aprendi com os meus próprios erros que sofrer não torna mais poético, chorar não deixa mais aliviado e implorar não traz ninguém de volta.! Aprendi também que por mais que você queria muito alguém, ninguém vale tanto a pena a ponto de você deixar de se querer.! Eu que gritei para tantas pessoas ficarem, hoje só quero mesmo é que elas sumam de uma vez por todas.! E em silêncio, que é pra ninguém ter porque se lamentar.!

Tati Bernardi

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011


Meu bem, guarde uma frase pra mim dentro da sua canção, esconda um beijo pra mim sob as dobras do blusão. Eu quero um gole de cerveja no seu copo no seu colo e nesse bar. Meu bem, o meu lugar é onde você quer que ele seja.! Não quero o que a cabeça pensa eu quero o que a alma deseja.! Arco-íris, anjo rebelde, eu quero o corpo tenho pressa de viver, mas quando você me amar, me abrace e me beije bem devagar que é para eu ter tempo. Tempo de me apaixonar, tempo para ouvir o rádio no carro, tempo para a turma do outro bairro, ver e saber que eu te amo.! Meu bem, o mundo inteiro está naquela estrada ali em frente, tome um refrigerante, coma um cachorro-quente.! Sim, já é outra viagem e o meu coração selvagem tem essa pressa de viver.! Meu bem, mas quando a vida nos violentar, pediremos ao bom Deus que nos ajude.! Falaremos para a vida: "Vida, pisa devagar meu coração cuidado é frágil;  Meu coração é como vidro, como um beijo de novela".! Meu bem, talvez você possa compreender a minha solidão, o meu som, e a minha fúria e essa pressa de viver, e esse jeito de deixar sempre de lado a certeza e arriscar tudo de novo com paixão.! Andar caminho errado pela simples alegria de ser. Meu bem, vem viver comigo, vem correr perigo , vem morrer comigo.! Talvez eu morra jovem, alguma curva no caminho, algum punhal de amor traído, completara o meu destino.! Meu bem, vem viver comigo, vem correr perigo,  vem morrer comigo, meu bem, meu bem, meu bem... Que outros cantores chamam baby.!

Belchior

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

“Eu não sei deixar ninguém partir, eu não sei escolher, excluir, deletar. São as pessoas que resolvem me deixar.”
 
Tati Bernardi
 

domingo, 11 de dezembro de 2011


Deixa em cima desta mesa a foto que eu gostava, pr'eu pensar que o teu sorriso envelheceu comigo.! Deixa eu ter a tua mão mais uma vez na minha, pra que eu fotografe assim meu verdadeiro abrigo.! Deixa a luz do quarto acesa a porta entreaberta, o lençol amarrotado mesmo que vazio.! Deixa a toalha na mesa e a comida pronta, só na minha voz não mexa eu mesmo silencio.! Deixa o coração falar o que eu calei um dia.! Deixa a casa sem barulho achando que ainda é cedo.! Deixa o nosso amor morrer sem graça e sem poesia.! Deixa tudo como está e se puder, sem medo.! Deixa tudo que lembrar eu finjo que esqueço.! Deixa e quando não voltar eu finjo que não importa.! Deixa eu ver se me recordo uma frase de efeito, pra dizer te vendo ir fechando atrás da porta.! Deixa o que não for urgente que eu ainda preciso.! Deixa o meu olhar doente pousado na mesa.! Deixa ali teu endereço qualquer coisa aviso.! Deixa o que fingiu levar mas deixou de surpresa.! Deixa eu chorar como nunca fui capaz contigo.! Deixa eu enfrentar a insônia como gente grande.! Deixa ao menos uma vez eu fingir que consigo...Se o adeus demora a dor no coração se expande.! Deixa o disco na vitrola pr'eu pensar que é festa.! Deixa a gaveta trancada pr'eu não ver tua ausência.! Deixa a minha insanidade é tudo que me resta.! Deixa eu por à prova toda minha resistência.! Deixa eu confessar meu medo do claro e do escuro.! Deixa eu contar que era farsa minha voz tranqüila.! Deixa pendurada a calça de brim desbotado.. Que como esse nosso amor ao menor vento oscila.! Deixa eu sonhar que você não tem nenhuma pressa.! Deixa um último recado no meu celular.! Deixa de sofisma e vamos ao que interessa.! - Deixa a dor que eu lhe causei agora é toda minha.! Deixa tudo que eu não disse mas você sabia.! Deixa o que você calou e eu tanto precisava.! - Deixa o que era inexistente e eu pensei que havia.! Deixa tudo o que eu pedia mas pensei que dava.!
~ Eu gosto de andar pela rua, bater papo, de lua e de amigo engraçado.! Eu gosto do volume, do perfume, do ciúme, do desvelo e de abraço apertado.! Eu gosto de artistas diversos de crianças de berço e do som do atchim. Tem gente, muita gente que eu gosto, que eu quase aposto que não gosta de mim. Eu gosto de quem sempre acredita a violência é maldita e já foi longe demais. Eu gosto de inventar melodia, da palavra poesia e de palavra com til. Eu gosto é de beijo na boca de cantora bem rouca e de morar no Brasil. Eu gosto assim de quem é eterno de quem é moderno e de quem não quer ser. Eu gosto de varar madrugada, de quem conta piada e não consegue entender. Eu gosto de quem quer dar ajuda e acredita que muda o que não anda legal.! Eu gosto é de ver coisa rara. A verdade na cara é do que gosto mais.! Eu gosto porque assim vale a pena, a nossa vida é pequena e tá guardada em cristais. Eu gosto é que Deus cante em tudo e que não fique mudo morto em mil catedrais.!

Oswaldo Montenegro

















Eu quero é ser o melhor que você merece.! E de tudo que posso ser pra você, eu só pediria que nunca fugisse de mim.! Eu irei segurar sua mão como quem segura a mão de alguém que esteja pendurado sobre um barranco. E de nenhuma forma te prender, mas sentir medo de te perder. E esperar suas mudanças naturalmente sem forçar você. Roubar mil beijos seus, quando você decidir ter alguma crise de raiva, tentar te acalmar e ser incapaz de causar algum sofrimento a você.! E eu não somente diria que canta mal, como cantaria com você.! E quando você decidir falar demais, que eu debruçe sua cabeça no meu ombro e escute tudo que tem a dizer. E, quando for desastrado, que haja fôlego para não morrermos de tanto rir. E que você sinta vontade de precisar de mim, mas não só quando houver necessidade, que você sinta isso mesmo tendo passado um dia inteiro comigo.! E que você suporte os meus defeitos e se sinta orgulhoso das minhas qualidades. Eu quero sempre encontrar você, seja lá onde você estiver, e que eu consiga ser o seu perfeito, mesmo sendo imperfeito.!
 Tati Bernardi

sábado, 10 de dezembro de 2011



"A prova de que estou recuperando a saúde mental, é que estou cada minuto mais permissiva: eu me permito mais liberdade e mais experiências. E aceito o acaso.! Anseio pelo que ainda não experimentei.! Maior espaço psíquico.! Estou felizmente mais doida.!"
Clarice Lispector

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011


Coragem, menina, porque fácil não é.! Pise firme e olha pra frente.! Não se iluda achando que no caminho só terão flores. Até nelas tem espinhos.! Vá em frente, levanta a cabeça.! Cuidado com as pedras, com as pequenas principalmente.! Seu sonho não é de graça, paga o preço! No final você vai perceber que tudo valeu a pena.! Não pára, não descansa. Eu sei, não é competição, mas você precisa ser a melhor. Aprenda. Chega de ficar para trás em tudo, menina, chega.!
 
" Dentro de mim, existe um Espaço Sagrado onde guardo minhas preciosidades.! Às vezes faço uma faxina lá e mudo tudo de lugar. Não é por maldade, é só vontade de ver um outro ângulo das coisas.! Eu não gosto do olhar acostumado. Não gosto de ver um objeto num objeto, porque tudo pra mim tem entidade humana.! E gente me tira o fôlego, vejo belezas demais quando amo, e amo sempre e tanto.! "

 

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

"Vem cá. Me dá aqui a sua mão.! Coloca sobre meu peito.! Agora escute. !Olha o tumtumtum.! Você pode me ouvir? É pra você, seu besta.! É por você que meu coração bate.! (Ele, que de tanto bater, parou sem querer outro dia). Posso confessar? Jura que vai acreditar em mim? A verdade é que estou de saco cheio de histórias românticas. Meu caso de amor já não têm a menor graça. Será que você me entende? Eu não escrevo porque vivo amores cinematográficos e quero contar pro mundo.! Não.! Eu escrevo porque eu sou uma maluca.! Minha vida é real demais.! Um filme B pra ser mais exata.! E eu não acho graça em amores sem final feliz. Por isso, invento. Pro sangue correr pelas veias, pra lágrima cair dos olhos, pra adrenalina sacudir o corpo. Eu invento amores pra ver se eu acredito em mim. (Acredita?). Mas hoje eu estou cansada. Estou cansada de mentiras, de realidade, de telefone mudo e de músicas sem letra (...)


(...)Me deixa ser egoísta. Me deixa fazer você entender que eu gosto de mim e quero ser preservada. Me deixa de fora de suas mentiras e dessa conversa fiada. Eu sou uma espécie quase em extinção: eu acredito nas pessoas. E eu quase acredito em você. Não precisa gostar de mim se não quiser. Mas não me faça acreditar que é amor, caso seja apenas derivado. Não me diga nada. (Ou me diga tudo). Não me olhe assim, você diz tanta coisa com um olhar. E olhar mente, eu sei! E eu sei por que aprendi. Também sei mentir das formas mais perversas e doces possíveis. (Sabia?) Mas meu coração está rouco agora.! GRAVE.! Você percebe? Escuta só como ele bate. O tumtumtum não é mais o mesmo.! Não quero dizer que o tempo passou, que você passou, que a ilusão acabou, apesar de tudo ser um pouco verdade. O problema não é esse. Eu não me contento com pouco. (Não mais). Eu tenho MUITO dentro de mim e não estou a fim de dar sem receber nada em troca. Essa coisa bonita de dar sem receber funciona muito bem em rezas, histórias de santos e demais evoluídos do planeta. Mas eu não moro em igreja, não sou santa, não evoluí até esse ponto e só vou te dar se você me der também."
 
 
Na "mulher interessante", a beleza é secundária, irrelevante e, mesmo, indesejável. A beleza interessa nos primeiros quinze dias; e morre, em seguida, num insuportável tédio visual. Era preciso que alguém fosse, de mulher em mulher, anunciando: - "Ser bonita não interessa. Seja interessante!"